quinta-feira, 25 de junho de 2009

No meu trabalho utilizo refugos de troncos de árvores considerados sem valor comercial.

Deixo ficarem seus contornos naturais, para que cada peça conte a sua própria história.

Cada uma de minhas peças é única, modelada pela própria natureza.

Como artesão, considero-me aquele que revela aos olhos de todos, a beleza secreta de cada madeira.